domingo, 8 de janeiro de 2017

Sono, fôlego e paz

Um dia eu disse a um amigo que eu gostava de escrever sobre  histórias que eu teria vivido se minhas escolhas tivessem sido diferentes das que fiz, me pergunto quem eu seria? Onde estaria? Com quem?
Será que eu estaria escrevendo isso as 04:05 de uma segunda-feira? Só porque a insônia me pegou como a muito tempo não pegava... tem cheiro que faz isso com a gente, tem beijo que faz isso com a gente, tem abraço, tem gente, que tira o sono, o fôlego, a paz.
A gente escolhe uns caminhos complicados, meio tortos, esbarra com gente morna e esbarra com gente torta. E é legal imaginar gente diferente, esbarrando o caminho diferente que você teria escolhido seguir. Só não gosto de pensar que eu teria meu sono, meu fôlego e minha paz, porque esse caminho sobre o qual eu escrevo hoje é morno, normal, sem intensidade, sem emoção, lugar errado pra você estar e onde certamente, eu também não gostaria.
Tem umas coisas que a gente sente que não deve publicar, mas pública mesmo assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário